JOSÉ DIRCEU ESTREIA NO NOCAUTE PROPONDO MOBILIZAÇÃO NACIONAL EM DEFESA DE #LULA

#Brasil José Dirceu estreia no Nocaute propondo mobilização nacional em defesa de Lula no dia 24 O ex-guerrilheiro, ex-deputado e ex-ministro José Dirceu estreia hoje sua coluna semanal no Nocaute. Na primeira colaboração, Dirceu convoca uma mobilização nacional no próximo dia 24 de janeiro, em defesa dos direitos do ex-presidente Lula. Seja diante do TRF-4, em Porto Alegre, seja nas sedes regionais do Tribunal Regional Federal. Por Nocaute em 18 de dezembro às 15h36 Imagem: Lula Marques Meus amigos, minhas amigas do Nocaute. Toda segunda-feira estarei aqui com vocês conversando, trocando ideias, discutindo o nosso Brasil, a nossa luta, em homenagem ao Fernando Morais, à sua luta, sua história. Sempre esteve conosco. Militante, político antes de mais nada, escritor primoroso, todos nós conhecemos a obra de Fernando Morais. Eu o conheci na Assembleia Legislativa na década de 1980, eu como funcionário, ele como deputado, na luta contra a ditadura. Temos uma trajetória comum, além de sermos mineiros. Agora mesmo estou doando, cedendo, à fundação Mariana, onde está a casa que o Fernando nasceu e será uma fundação cultural, um arquivo histórico, os meus arquivos. Mas hoje estamos aqui para falar de Lula. Da nossa solidariedade, apoio a Lula. Da nossa presença, de todos nós, em espírito ou a presença militante em Porto Alegre, dia 24 de janeiro. Os golpistas foram derrotados. O país está de costas para eles. Eles não têm apoio nem para as reformas, para o desmonte do estado de bem-estar social, para as medidas antinacionais que têm tomado e nem para o golpe dentro do golpe, que é a tentativa de impedir Lula de ser candidato. A via escolhida foi a Justiça. Todos sabemos que não há provas, que Lula é inocente, e que se trata do uso, do pior uso da Justiça para cometer uma injustiça histórica: tirar da lista de candidatos em 2018 o candidato que vencerá as eleições, o presidente que o povo quer de volta porque tem legado, deixou a sua marca na história, resgatou a dignidade e autoestima dos brasileiros. Fez o que havia se comprometido com o povo em 2002 e 2006, ao contrário dos golpistas. Rasgaram a Constituição, o pacto político democrático, social e agora, sem apoio, querem de novo, violando a Constituição, tomar o poder pela força. Não pela força das armas, como em 64, mas pela força da lei a serviço da injustiça. Vamos nos mobilizar desde já, com vigílias, caminhadas, passeatas por todo Brasil. Não só no dia 24. E vamos protestar, nos manifestar em todas as capitais, em frente aos tribunais federais regionais, nas cinco capitais onde eles têm sede. E em Porto Alegre, mas de forma pacífica, organizada. Não vamos aceitar provocações. Vamos evitar o que aconteceu aqui em Brasília, nas manifestações das entidades sociais, quando provocadores e a polícia reprimiram a manifestação, e a desorganizaram. Vamos organizados, com firmeza, com coragem, mas ao mesmo tempo sabendo que se trata de um direito legítimo nosso o de manifestação, o de expressar a nossa indignação e o nosso apoio, a nossa solidariedade a Lula. Um grande abraço e um bom dia a todos.

https://youtu.be/f5ElKLoikvg via @YouTube

Anúncios

#Brasil MPF amarela e diz que não quer mais perícia de recibos de aluguel de Lula Escrito por Miguel do Rosário, Postado em Redação

MPF RECUA NA PERÍCIA DOS RECIBOS DE ALUGUEL A Força Tarefa da Lava Jato protocolou petição nesta data (18/12) nos autos do Incidente de Falsidade nº 5043015-38.2017.4.04.7000 por meio da qual desistiu de realizar a tão propalada perícia nos 31 recibos de aluguéis apresentados pelo ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A defesa juntou as vias originais dos recibos para serem periciados, mas o MPF, após verificar que os documentos são autênticos, desistiu da perícia. O Sr. Glaucos da Costamarques confirmou em seu depoimento que assinou os recibos. Uma perícia preliminar por nós apresentada também confirmou que os documentos são autênticos e que não foram assinados em uma única oportunidade. Quem emitiu os recibos e concedeu quitação à D. Marisa pelos aluguéis de 2011 a 2015 foi o Sr. Glaucos da Costamarques, sendo absolutamente descabido atribuir a Lula ou aos seus familiares a prática de qualquer falsidade. A versão do Sr. Costamarques de que não recebia os aluguéis é incompatível com os esclarecimentos que ele prestou em 2016 à Receita Federal e à Polícia Federal. Nas suas contas circularam valores em espécie compatíveis com o recebimento dos aluguéis, não tendo ele ou o MPF feito qualquer prova de que tais valores não têm essa origem. Além disso, se a palavra do Sr. Costamarques merece crédito segundo a visão do MPF, os procuradores deveriam reconhecer que ele é o proprietário do apartamento, conforme suas declarações, que afastam a absurda tese apontada na denúncia de que o imóvel seria de Lula e teria sido comprado com recursos provenientes de 8 contratos firmados pela Petrobras. Mais uma vez fica claro que as acusações feitas contra Lula estão alicerçadas em factoides e construções por associação e sem provas por parte da Lava Jato de Curitiba. No caso dos recibos, os procuradores deveriam pedir desculpas a Lula e aos seus advogados após suas manifestações terem estimulado a imprensa a publicar notícias de que uma perícia iria constatar a falsidade dos recibos. http://www.ocafezinho.com/2017/12/18/o-mpf-de-dd-e-o-grito-de-mamae-roubaram-meu-pirulito/MPF Dalaganol e outros

#Brasil Esperança de vazio político faz Maia falar grosso POR FERNANDO BRITO · 17/12/2017 maiafala A entrevista “falando grosso” de Rodrigo Maia na edição deste domingo da Folha não é exatamente uma prova de força do presidente da Câmara. É, antes, sinal da fraqueza dos candidatos conservadores. Atira para todos os lados e “esnoba” os candidatos neste campo: Henrique Meirelles e Geraldo Alckmin. Sobre o czar da economia em ruínas: [Meirelles] precisa responder rapidamente é se tem ou não tem o partido dele [PSD] para organizar a eleição. O partido dele vai até o final com ele ou não? E do anêmico Geraldo Alckmin: Nós podemos atrair o PSDB, mas quem quer receber apoio tem que estar pronto para apoiar. Se a discussão impõe que o PSDB terá candidato de qualquer jeito, primeiro vamos construir nosso caminho. Reparem que diz que o DEM, tradicional satélite dos tucanos, está de igual para igual com o antigo “mestre”. Esnoba Temer, claro, dizendo que um candidato não precisa ter seu nome tatuado na testa. Tatuagem na testa, claro, neste caso é estigma. Numa quase ameaça, diz que se a reforma da Previdência não for votada na data (re)marcada para fevereiro, é melhor “deixar pra lá”. Que firmeza, não é? Na arrogância que assumiu depois do protagonismo que lhe caiu ao colo com a desgraça de Eduardo Cunha, não se acanha de arrotar a grandeza de quem se reelegeu deputado com 53 mil votos, apenas o 29° mais votado no Rio: Quem hoje dentro do DEM tem as melhores condições eleitorais? ACM Neto. Quem dentro do DEM tem hoje as melhores condições políticas? Sou eu. Friamente falando, sem frescura. Friamente, sem frescura, põe a faca no pescoço de todos eles: “negociem comigo ou nada feito”.

http://www.tijolaco.com.br/blog/esperanca-de-vazio-politico-faz-maia-falar-grosso/maiafala

Duran, que Moro não ouve, diz a advogado de Lula que ‘Drousys’ foi adulterado POR FERNANDO BRITO · 15/12/2017 duran2 Na presença de um notário público, para atestar judicialmente a veracidade das declarações, o advogado Rodrigo Tacla Duran, prestou o depoimento que, por três vezes, o juiz Sérgio Moro recusou-se a ouvir. E o que Duran diz é mais estarrecedor do que tudo o que Duran já havia dito na única oportunidade que teve de falar sobre sua experiência como advogado da Odebrecht. Ele relata que o famoso “Sistema Drousys”, de onde vêm a maioria das “provas” oferecidas pela Odebrecht em seu acordo de delação premiada foi fraudado antes e depois de ser bloqueado pelas autoridades da Suíça, em março de 2016, com a emissão de documentos posteriores a esta data. Duran revela que tem um laudo pericial que o prova, não apresentado na CPI, porque ainda não estava pronto, na ocasião. Diz, ainda, que ao menos um dos argumentos invocados por Moro para recusar a sua oitiva – o endereço incerto – é mentiroso, porque a “Força Tarefa” da Lava Jato solicitou uma oitiva à Espanha, onde Duran vive e que negou sua extradição para o dia 4 passado. Duran compareceu, mas os membros do MP brasileiro, não. Duran se dispôs a depor ainda que Moro venha se recusando a ouvi-lo, embora outros países, como os Estados Unidos e Suíça e Equador o tenham aceito como testemunha. No Brasil, porém, a verdade está banida. Assista o “depoimento” que Moro acha que “não vem ao caso”.

Mais de 2 mil imóveis irregulares em terras públicas na Amazônia podem ser legalizados por “MP da grilagem”  — Veja Isso

Está nas mãos do presidente Michel Temer vetar ou sancionar o PLV 12/2017, de autoria do senador Romero Jucá (PMDB-RR), aprovado no Senado no fim de maio. Se sancionado, o projeto, no qual foi convertida a Medida Provisória (MP) 759/2016 (proposta às vésperas do Natal pelo Executivo), pode beneficiar os donos de 2.376 imóveis rurais que incidem […]

via Mais de 2 mil imóveis irregulares em terras públicas na Amazônia podem ser legalizados por “MP da grilagem”  — Veja Isso